Google+ Pictuelle Photography

29 de novembro de 2015

Verão feelings

Bom dia, queridos leitores!
Ontem vendo fotos antigas vi o quando mudados nossas percepções. Esta foto, por exemplo, eu ainda não tinha postado porque achava que embora ela tivesse uma boa intenção, não estava bem representada, bem enquadrada. Depois de tanto tempo sem olhar para esta fotografia, simplesmente me apaixonei por ela!
Disso concluo que nós mudamos, nossas percepções mudam. Estamos em constante mudança. Portanto, façamos dessas mudanças bons empreendimentos, pois esta escolha está em nossas mãos.

26 de maio de 2015

E dança o universo

A Noite Estrelada, de Van Gogh

Tudo gira, gira, gira
Gira mundo, gira Terra
Gira Marte, nada espera

E gira a lua, e gira o ar
E gira Vênus, e o mar
E gira a bola chão tocar
Pés descalços lá brincar

E gira a ave ao voar
E gira o solo no plantar
E gira-gira a girar
E gira a vida num girar

Tudo gira, ira, ira
Está na mira, ira, ira
Mas que vemos nessa gira?
Muita ira, ira, ira




Boa noite a todos. Este poema completará 24 horas de existência em breve :) Ele é provavelmente um dos mais excêntricos que já tomaram forma em minha mente e com certeza um de meus favoritos. Possui muito significado dentro dele, coisas que talvez uma linguagem objetiva e não figurada jamais pudesse expressar.

Ontem a noite eu reli velhas postagens e deixei-me levar por velhos poemas, como O menino dos balões, e algumas reflexões, como essa. Foi disso tudo que me veio inspiração para o poema de hoje. Acredito que demorei todos esses anos escrevendo para notar quão grande é a carga de significado que cada postagem possui para mim. Está certo que não gosto de algumas postagens, mais especificamente as que realizei quando recém criei o blog, pois eu era mais novo e algumas vezes não dava a devida coerência ao que eu gostaria de elucidar; mas qualquer post, seja bem ou mal redigido, possui seu significado. Posso me lembrar de quando escrevi quase todos os textos daqui, e isso me mostra o quanto  tenho aproveitado a vida. São lembranças de momentos que me edificaram e me guiaram até o que sou hoje, ainda um ser mutante, em constante edificação.

Me mostra que não congelei no tempo, que mudei e MUITO minhas ideias, que não me conformei com o vulgo “normal” e procurei dar um passo a mais a cada dia, abrir a mente, livrar-me de preconceitos, mudar atitudes e ter mais atitudes. Notar que não temos todo o tempo do mundo para fazermos nossas vidas valerem a pena, e é arriscado desperdiça-la com futilidades, e que também nunca é tarde para torná-la valorosa, pois jamais saberemos os rumos do amanhã. Não decidimos por conta própria nossos futuros, isso depende de muitas outras variáveis. E em meio a esse caminho de incertezas, encontrei conforto nem no passado, nem no futuro, mas no presente, e me agarrei a ele para desfrutar do que ele tem a oferecer. Nisso descobre-se a felicidade perene.

Ler aqueles velhos e bons textos me levou a um mundo paralelo, e haja física moderna para explicar tudo isso! Mas não a quero entender, apenas presenciar e me deixar levar. Ler aqueles velhos e bons textos me mostrou que evoluí, e que por isso devo um apreço muito grande de cada pessoa que contribuiu e continua contribuindo nesse processo, inclusive eu mesmo. Espero que eu também os tenha ajudado nessa mesma missão. :D

Até a próxima!

24 de maio de 2015

Brilho de Sol

Natureza, brilho de sol, nature, sun rise

A natureza foi provavelmente a primeira professora que o mundo conheceu

Esta foto foi tirada enquanto eu estava voltando da aula, ou da prova… Foi um entardecer esplêndido, e tudo se torna ainda melhor quando os raios do sol, como partículas minúsculas, tornam-se perceptíveis ao entrar em contato com a pele e proporcionam uma inexplicável sensação de felicidade.

Até mais!

22 de maio de 2015

Kings Live Forever

They have the truth
They have the word
They have the richness
They don’t get old

And while all the others
Are just telling lies
The Kings don’t worry about
No they never do

And for those who have lost
All their honor and make
Everything have no sense from
Their mouths
Smiles the King at
Sometimes the sorries are mute

Some don’t have any gold
And some don’t own kingdoms
Or don’t even have a throne

They have the light, though
And so they have happiness
And peace and goodness and love



Para os verdadeiros reis que habitam nosso mundo, minha primeira poesia em Inglês que publico aqui no Pictuelle, que já escrevi faz um bom tempo…

Em todo lugar que vou agora levo um caderno e um lápis para anotar pensamentos, inspirações. Foi numa dessas anotações que me veio a ideia da poesia. Fica a dica para quem tem ápices de inspiração quando não tem nada para anotar por perto: tenha sempre um caderno em mãos!

É muito útil mesmo ter um caderno sempre por perto, até porque anotando as próprias ideias e lendo-as posteriormente proporcionará futuras reflexões e aperfeiçoamentos de suas divagações, algo muito necessário para a evolução e quebra da inércia nos pensamentos à qual muitos, ou a maioria, eu diria, estão acostumados.

É o que temos para hoje. Até a próxima :D

8 de maio de 2015

Você é a favor da redução da maioridade penal no Brasil?

Boa noite, pessoal!
Minha passagem é rápida, porém importante. Gostaria de comunicar a todos que há uma enquete aberta no blog com o tema "Você é a favor da redução da maioridade penal no Brasil?" e convidá-los para participar selecionando uma das 3 alternativas de resposta que melhor se adéqua às suas convicções. São elas:

1-Sim, infração se resolve com punição, seja com jovens ou adultos.
2-Não, as medidas adotadas pelo ECA já são suficientes.
3-Bastaria por em prática corretamente o que prevê o ECA e investir em educação pública de qualidade. Reduzir a maioridade penal não resolve nada.

A participação é livre e demanda apenas dois cliques do usuário e censo crítico para avaliar sua resposta e saber argumentá-la (de preferência). A enquete está no topo da barra lateral do blog. Participe e contribua para um debate sadio a respeito de um fator importante para nosso país.

Assinante por e-mail, acesse nossa página inicial do blog e vote também! :D

Até mais e tenham uma boa noite.

3 de abril de 2015

Rosinha

Rosinha

De nome, Rosinha te conhecemos
Já de longe, tuas cores avistamos
Pois em ti tantas delas
Que Rosinha só teu nome

O mar a teus olhos é
O manto do fraterno acalento
Que há muito se foi
Num sopro eterno do vento

Cabelo no laço, laço na cabeça
Mão na sombrinha, chuva faça ou sol
Calçada nos pés vira passarela
Sorriso na boca, não é tagarela

Mas na face, tua pele enrugada
Na alma, uma brisa animada
Guia teus passos pela cidade
Leva alegria pra mocidade

No céu do dia, pássaros a salvar
A Sinhora de seus sonhos
Jardins de hortênsia cultivar

Dança, pois, Rosinha
Não te preocupes se tu que ouves apenas
A melodia que te embala!



Nota minha, minha nota

Certamente estava com saudades deste espaço. 22 de dezembro marcou o último post do blog anterior a este. But no worries! Estou vivo ainda :D

Gostaria apenas de anunciar que o conteúdo deste blog está sob licença do Creative Commons a partir de hoje, o que já vinha pensando em fazer há algum tempo. Desta forma, o conteúdo do Pictuelle Photography estará aberto àqueles que quiserem reutilizar meu conteúdo, exceto para fins comerciais, para os quais não autorizei a licença. Afinal, a arte não nos pertence. A arte é como gaivotas que nos inspiram e logo voam para longe para habitar outras paisagens.

Até logo!

22 de dezembro de 2014

Like in the 80's

Dias atrás vi uma cena que só vira antes em filmes. Foi como se eu estivesse viajando no tempo: quatro pessoas já idosas e trajando roupas clássicas andavam num Fusca bem conservado, cor vermelha ; no câmbio, um enfeite belíssimo na cúpula; o motorista de chapéu, as mulheres de vestido... E tudo aquilo me provocou uma sensação nostálgica muito intensa e também muito boa.

Embora eu quisesse muito que minha câmera estivesse à mão naquela hora, ela não estava lá. Mas para salvar a pátria, eu tinha esta foto guardada de um belo Corcel, que editei com uma textura que adicionou um aspecto vintage à cena e... TCHANAN! Aqui está a obra completa.

12 de julho de 2014

Simplicidade é ouro

Rosas

Nossas citações não passam de uma vil poesia.
A Natureza é a verdadeira poetiza, pois traça versos intraduzíveis para o mundo das palavras.

21 de junho de 2014

Soneto qualquer

IMG_1455


Nos teus olhos vejo aquela menina
Que andava outrora pela escuridão
Com olhos acesos, vendo a neblina
Pés apressados perdidos no chão

Tempo dourado, são cinzas ao vento
Teu ser presente é mais que a ilusão
Pra longe se foi num breve acalento
Do pensamento, embora digas não

Nas trevas, chamas, do teu mais profundo
Volta, não foge do teu sonho em vão
Revela onde escondes teu sim, teu não

Amo-te apenas, simples sentimento
Dos teus pés distantes, teu verdejar
Um pouco de ti já vejo no olhar



Nota de rodapé
Ainda não acredito que esse soneto tenha saído de mim. Um soneto!! Lembro-me de quando menor, lia Mário Quintana, A Rua dos Cataventos era o nome do livro, deparei-me com o título “Soneto VIII”. Fiquei pensando de que diabos podia isso se tratar. Analizava o dito cujo com mais atenção, imaginando por que recebia tal nome.

Nunca descobri por conta própria, mas hoje entendo. Trata-se de versos decassílabos dispostos em dois quartetos e dois tercetos, secessivamente. E ainda não acredito que eu tenha feito um… E com esquema ritmico!

Admito que foi o escrito mais trabalhoso desses que venho a publicar aqui, mas foi o que mais me agradou. :)
Até breve,

3 de março de 2014

Grande Thunder

Thander

Vivo num lugar onde há pássaros para cantar, o burburinho das árvores que imitam as cachoeiras e pessoas bonitas a passear.

 

Grande de tamanho e de simpatia, Thander é uma simpatia de cão, que traz em seus inocentes olhos claros uma história emocionante e bonita. Vamos conferir.

A história do Thander
Thander nasceu de pais de raças diferentes. Um deles era da raça Weimaraner e o outro, Fila Brasileiro. É bastante notável os traços de cada raça no Thander. Ele tem a cara de um Fila Brasileiro, mas o porte altivo de um Weimaraner.Fila Brasileiro

Desde que nasceu, seu dono reclamava dele, sem reconhecer seu valor. Como se não bastassem as palavras de ódio depositadas sobre Thander, o cão recebia graves agressões que chegavam a gerar lesões físicas. Aos 2 anos de idade, Thander foi abandonado pelo dono. Certo dia, Thunder foi passear pela vizinhança e conheceu a empresária Márcia Beckenkamp, que o adotou e passou a dar todo o carinho que o cão merecia. Foi aí que Thunder passou a morar com Márcia em sua pousada recém criada na época, chamada Pousada Recanto das Bromélias,, em Imbituba, Santa Catarina.

26 de janeiro de 2014

Pipoque com alegria

Carrinho de pipoca garopaba santa catarinaPorque um sorriso é o bastante para mudar o dia de alguém.

Bom dia,
Esta é Ana, uma simpática pipoqueira que encontrei em Garopaba, Santa Catarina. Perguntei-lhe se poderia tirar algumas fotos dela, pois tinha visto ali o cenário perfeito para uma ótima fotografia. De fato, ficou ótima!

Obrigado, Ana, por ter aceitado ser fotografada, possibilitando uma homenagem àqueles que transformam o dia das pessoas com um simples sorriso e simpatia. Todos que chegavam até ela para comprar uma deliciosaPipoca da Hora melhor pipoca santa catarina pipoca eram recepcionados pelo vasto sorriso de Ana, que até me deu um saco de pipoca! Só agradeço, pois jamais tinha provado uma pipoca mais gostosa.

O Pipoca da Hora (nome do negócio de Ana) possui grandes diferenciais, que dão um toque especial no alimento. As pipocas salgadas certamente são uma delícia, mas a doce, hummm… Você pode adicionar uma cobertura de leite condensado com coco ralado, paçoca e chocolate granulado, criando uma combinação que resultará na mais deliciosa pipoca doce já provada.

Onde?
Quer provar? O carrinho de Ana se situa em Garopaba, na rua Prefeito João Orestes de Araújo, em frente ao Banco do Brasil, às vezes dando uma passeada pela cidade e conquistando clientes das praias e demais regiões. Você também pode curtir a fanpage do Pipoca da Hora aqui.

Aproveite para curtir o Pictuelle Photography, agora no Facebook. O botão curtir está na lateral do blog, mas se preferir, visite nossa página aqui.

Receita da foto Dados EXIF
f/5.6
1/125 s
ISO-180
32 mm

Mais fotos de pessoas aqui.

Até mais!

17 de janeiro de 2014

Nó[s]

Como fazer nó

Olá,
Enquanto milhares de pessoas jogavam na Mega Sena (que por sinal acumulou 15 milhões de reais no concurso 1.565), eu fotografava os trabalhos de um vendedor que tem sua tenda em frente à lotérica. Há tempos guardo esta foto e admiro-a pela complexidade que nela se vislumbra.

Não vejo um simples nó aí. Vejo uma história sendo contada por cada fio que constituem os cordões. Podem ver isso? Gosto dela, e certamente vai para os meus favoritos.

Esta foto é prima de Ao tocar do vento, que coincidentemente hoje completa 1 ano aqui no blog. Não pode ser apenas coincidência, pois acessei o post apenas para fazer um link e quando vi a data, exato 1 ano atrás, não acreditei. Você não compreenderá meu espanto, ao menos que leia o que digo no post Ao tocar do vento.

E que digam os anjos Amém.
Até breve.

16 de janeiro de 2014

Pequenez

Foto de joaninhaPequenez, mas altivez.

Bom dia,
Encontrei a vagar esta joaninha pelo jardim e… Ótimo, eu admito: foi tudo planejado!! Esta joaninha apareceu em minha casa, então resolvi levá-la para fora, coloquei-a sobre a grama e eu tinha o cenário perfeito. Não resisti, armei toda a foto.

E tem mais, depois de fotografá-la ali sobre a folha, ainda a ergui até uma flor, onde encontrei mais bichos minúsculos, dos quais também tirei fotos. Pelo menos as fotos desses outros não foram armadas. O fato é que nenhuma ficou tão magnífica quanto esta que apresento hoje.

Os números não mentem
6 meses é seu período de vida, durante o qual elas já foram larvas durante 14 dias, realizaram a metamorfose em 10 dias, cresceram, casaram, engravidaram, tiveram 50 “filhos”, comeram cerca de 10.350 pulgões, hibernaram no inverno em aglomerações com algumas das 5.000 espécies de joaninhas e a cada segundo de voo, bateram as asas 85 vezes.

13 de janeiro de 2014

Fatal

acidente de trânsito fatalCarro destruído após acidente fatal em Lages, Santa Catarina.

Boa noite,
Este carro estava literalmente jogado às margens da BR-282 em Lages e virou sucata. Espero que não se possa dizer o mesmo das pessoas que nele andavam, mas não acredito muito nisso pelo estado em que o carro se encontrava.

Gosto da metáfora que esta imagem oferece. A vida é como um simples vidro, tão frágil que às vezes uma simples rachadura pode vir a se transformar em centenas de estilhaços que nunca mais se reunirão.

Infelizmente muitas fatalidades ocorrem diariamente nas ruas deste Brasil, muitas vezes por descuidos e infrações, mas tantas outras devido à falta de segurança oferecida pelas estradas públicas. Pelos visto, as manifestações brasileiras, por maiores que tenham sido, não foram e não serão suficientes tão cedo.

Mais política no post exclusivo do Pictuelle sobre as manifestações brasileiras aqui.

Receita da foto Dados EXIF
f/10
1/125 s
ISO-400
18 mm

Até mais! Boa semana.

12 de janeiro de 2014

Tentativas

Pescaria mar peixe

Talvez deleitem-se imanes cardumes ao acalento do mar e esta rede apenas aguarde pelo momento em que os trará a mim. Mesmo que sejam palavras tolas, persistirei, pois só assim conhecerei a verdade.

Boa tarde!
Esta foto foi tirada em Laguna, Santa Catarina. O pescador fez várias tentativas. Aparentemente “o mar não estava para peixe”, mas ele persistiu. Poderia ser um erro, mas também o mais fantástico acerto.

Há fatos curiosos em Laguna e muito legais que eu desconhecia, talvez por não morar no litoral. O fato é que a maioria desses pescadores utilizam a ajuda dos botos para a pesca, pois estes atraem peixes. Formou-se, certo dia, um aglomerado de pescadores famintos à espera dos botos e dos peixes. Um silêncio fazia-se presente entre eles de forma que até os turistas, “fanfarrentos” sempre, ficavam com medo de falar. Hahahahaha…

Curiosidades sobre peixes
Os peixes dormem, mas não fecham os olhos por não possuírem pálpebras. O sangue dos peixes é gelado e trocam seus dentes muitas vezes durante a vida.

Mais fotos em preto e branco aqui.

Receita da foto Dados EXIF
f/11
1/400 s
ISO-400
50 mm

Até mais!

9 de janeiro de 2014

Uma simples melodia

Praça de Florianópolis sanfona cego

Assim é nossa vida inteira, horas brandas, outras tênues, expansivas. A verdade é que não há mil palavras que digam mais sobre a vida que uma simples melodia. Mesmo aquelas que, distantes, perdem-se pelo ar e chegam aos ouvidos.

Este senhor é cego e toca sanfona no centro de Florianópolis, Santa Catarina. Seu sustento vem da melodia que se confunde entre o triste e o alegre em suas nuanças.

Há tempos guardo esta foto, até que hoje deu-me vontade de editá-la e gostei do resultado.

Receita da foto Dados EXIF
f/5.6
1/125 s
ISO-100
34 mm

8 de janeiro de 2014

Como fazer efeito vinheta no Photoshop em 2 passos

Como fazer efeito vinheta no PhotoshopComo dito, aqui vai o tutorial prometido ontem no post Pule!

Selecione a Ferramenta Lateiro Retangular (atalho = M), aumente a difusão para aproximadamente 200 px e escolha a área em que o efeito será aplicado, como mostra a imagem ao lado. 

 

7 de janeiro de 2014

Pule!

_DSC3719 Pictuelle

Flickr bottom

Essa rã assustou todos. Foi divertido. Após se esconder dentro de casa, achamo-na e levamo-na para fora. Logo capturei o bichinho para dentro da câmera, ato ao qual devo um aprendizado, porque embora pareça algo simples, aprendi a aplicar o efeito vinheta através do Photoshop ontem editando esta foto.

Curiosidades sobre a rã

4 de janeiro de 2014

Taturana assassina

Taturana assassina bicho cabeludo“O mundo é tão pequeno”

Para mim, este bicho chamava-se simplesmente bicho cabeludo até agora há pouco.
Resolvi procurar por “bicho cabeludo” no Google para encontrar alguma informação importante a respeito, mas tudo o que encontrei foi…

25 de dezembro de 2013

Feliz Natal

Natal árvore pinheiroFlickr NatalBoa tarde!
Desejo a todos um Natal incrível, com muita saúde e alegria. E meus parabéns ao aniversariante! Uma data como esta merece até um “Flickr it” especial de Natal.

Retrato meu pinheiro. Gostei da suavidade das luzes na foto, adicionando um típico espírito natalino a esta.

Receita da foto Dados EXIF
Exposição: 1/15
Abertura: f/5.6
Distância Focal: 55 mm
ISO: 800

Feliz Natal!

9 de dezembro de 2013

Solitude

Aves marinhas andorinha mar

Flickr it!
Aprendi que a coragem não é a ausência do medo, mas o triunfo sobre ele. O homem corajoso não é aquele que não sente medo, mas o que conquista esse medo.

--Nelson Mandela

Boa tarde,

Hoje completar-se-á 4 dias da morte do homem que lutou contra a estratificação racial na África do Sul, tornando-se símbolo mundial de paz e justiça.

Sobre a foto, não sei qual é a espécie da ave. Se alguém souber, por favor comente abaixo. Esta foto foi tirada no fim ano passado ou início deste ano, e desde então eu a guardava. Pensei até em excluí-la. Mas aqui está, e acredito que ficou excelente após alguns reparos básicos.

Receita da foto Dados EXIF

Exposição: 1/320
Abertura: f/6.3
Distância Focal: 55mm
ISO: 100

4 de dezembro de 2013

Soneca

Dachshund, Teckel, Cofap, Salsichinha brincando

Flickr it!

Olá,
Apresento-lhes Maggie, minha cachorrinha. Muito sapeca, por sinal. Aqui retrato um de seus momentos mais calmos, pois está sonolenta.

Além de sapeca, é muito inteligente. Já sabe sentar, pegar a bolinha quando mandamos, esperar Maggie Simpsonsentada para que sirvamos sua refeição… Apesar disso, não se importa com o lugar que vai lambuzar, se me entendem. Hahaha…

Seu nome veio à tona enquanto assistíamos a Os Simpsons, quando notamos que o nome da filha mais nova da família era perfeito para cachorrinhas.

Sua raça é Dachshund (fala-se "Daks-hand", por ser alemão) , também chamada Teckel. Aqui no Brasil, comumente são chamados de “Linguicinha”, “Bassê”, “Salsicha”, ou até “Cofap”, devido à propaganda da marca de amortecedores Cofap.

Perigosos?

Sendo conhecidos como ótimos cães de guarda, os Dachshunds recebem muitas opiniões divergentes quanto ao temperamento. A Universidade da Pensilvânia, nos EUA, considerou a raça como a mais feroz do mundo, ganhando até dos Pit bulls. Isso foi uma surpresa para mim, que descobri enquanto lia o blog A veterinária blogueira, escrito por Mariana, a quem agradeço pelas informações.

O estudo levou em conta que um em cada cindo cães da raça já tentou atacar alguém, e um em cada 12 tentou atacar seu próprio dono.

29 de novembro de 2013

Azuis íris

Gato olho azul

Flickr it!

Olá,
Como estão? Hoje apresento-lhes esta magnífica foto do felino. Não nego ter sido muito fácil fotografá-lo, pois era tão tranquilo que nem sapateadas assustavam-no.

Além dos olhos azuis serem surpreendentes, as listras onduladas que saem de seus olhos parecem uma extensão destes. Tirei várias fotos, mas esta ficou com o melhor cenário. Parece um lugar desértico, e isso torna a expressão do gato viva e ao mesmo tempo fria, criando um contraste que faz a foto ficar interessante.

Parece que virei fã de minha própria foto. Mas esta não é a primeira vez que falamos de gatos por aqui.

Verifique também as postagens Angulação felina, Eyes e Olhar felino e descubra novas fotos!

Curiosidades
Você sabia que gatos domésticos podem chegar a correr a 50 km por hora?

Receita da foto Dados EXIF
Exposição: 1/320 s
Abertura: f/9.0
ISO: 100
Distância focal: 55mm

6 de novembro de 2013

Translúcida melodia

Teia de aranha incrível bonita

Flickr it!

Olá!
Depois de muito tempo sem escrever, pude, finalmente, dedicar-me ao blog novamente. :)

Aqui retrato esta aranha e sua magnífica teia. De fato meu fascínio por estes animais é grande, pois sua tão bela e perfeita construção me instiga: a teia. De fato considero as aranhas verdadeiras artistas.

Curiosidade

As aranhas podem “voar” quando são pequenas. Como nascem centenas de aranhas de uma única vez, elas cooperam umas com as outras e formam grandes pedaços de teia que são levados pelo vento, facilitando seu transporte.

Boa noite!

Receita da foto (Dado EXIF)

Exposição: 1/60
Abertura: f/5,6
Distância focal: 55mm

ISO: 200

18 de setembro de 2013

Abstracionismo

Abstracionismo arte abstrata fotografia

Flickr it!

Boa noite.

Hoje falarei um pouco sobre a arte abstrata. Ela pode ser bastante interessante quando se quer resultados surpreendentes e bonitos.

A técnica que utilizei para fazer esta foto foi bem incomum, mas estarei ensinando de uma forma muito fácil. Certamente você conseguirá ótimos resultados, pois é muito simples de fazer!

Do que se trata?

O que vemos na foto é um light painting aperfeiçoado. Utilizando algumas técnicas é possível obter o mesmo resultado.

Como fazer?

Ingredientes:

  • CD ou DVD inutilizável.
  • Conta-gotas.
  • Tripé ou ponto de apoio ideal.
  • Quarto escuro.
  • Superfície escura ou um pano preto.
  •  

    Modo de preparo:

  • Coloque o disco (de CD ou DVD) sobre a superfície lisa, reta e escura (uma mesa coberta por um pano preto, por exemplo).
  • Com o conta-gotas, espalhe gotas d’água sobre a superfície do disco de forma uniforme, preferencialmente. As gotas não devem ultrapassar 1 cm e podem ter diferentes tamanhos, ao menos que queira dar outro efeito.
  • Posicione o tripé de forma que a câmera captura a parte de cima das gotas.
  • Configure a câmera para manter o obturador aberto por 5 a 10 segundos. Dependendo do tempo de exposição, você terá que configurar a abertura do diafragma para alcançar um efeito bom, talvez menos ou mais do que o sugerido.
  • Acione o temporizador. Enquanto a contagem regressiva para o disparo acontece, utilize fontes luminosas das mais variadas cores e faça movimentos aleatórios com elas acima do CD.
  • A projeção das luzes nas gotas d’água dará o incrível efeito que você conferiu na foto acima.
  •  

    Observações:

  • Utilize no mínimo 10 megapixels para bons resultados.
  • Prefira lentes para macro fotografia. Caso contrário, utilize zoom.
  • Foque antes de disparar e com as luzes acesas. Trave o foco e só então apague as luzes e dispare.
  • Viu como é simples fazer fotos incríveis? Para saber mais sobre light painting e aprimorar suas habilidades, veja Luz em movimento e torne-se um mestre nesta arte!

    Receita da foto* Dados EXIF

    10 seg.
    f/13
    ISO 100
    55 mm.

    *Dados referentes à fotografia que ilustra a postagem.

    30 de agosto de 2013

    Allegria

    Allegria borboleta bonitaFlickr it!
    Não te peço muito desta vida,
    apenas que proves do som da natureza
    e que te digas baixinho às vezes
    Cala-te ó corpo, para o cantar de tua alma.

     

    Noto que as pessoas vivem intensamente sua dimensão física. Todavia, mesmo os crentes, esquecem-se de viver seu lado espiritual. O tempo dedicado a sentir o que sua alma diz é esquecido. Talvez nada mais justo, uma vez que vivemos num mundo tão materialista, no qual o físico é engrandecido, e o “abstrato”, deixado de lado.

    Talvez este seja o verdadeiro desafio de nossa vida terráquea; aprendermos a conciliar duas dimensões, olhando-nos não só de dentro para fora, mas de fora para dentro, principalmente.


    Receita da foto Dados EXIF

    1/60
    f/6.3
    ISO 100
    55 mm

    3 de agosto de 2013

    Tocando os céus

    araucária gigante maior árvore

    Imponente, vejo-te apreciar o azul do céu no horizonte.

    Flickr it!

    Esta linda árvore que têm o privilégio de contemplar através desta fotografia chama-se araucária ou pinheiro-do-paraná, que enche de vida as paisagens sulinas do Brasil.

    A Mata de Araucárias é um dos ecossistemas mais presentes nos estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e até de São Paulo. Alguns biólogos e eu, inclusive, consideram este ecossistema como característico da Mata Atlântica por uma série de compatibilidades.

    Desde o século passado, as araucárias são vítimas de desmatamento para o aproveitamento de sua madeira. Embora o desmatamento esteja controlado agora, as araucárias que preenchem nossos cenários aqui no Sul são muito poucas.

    Há uma ave que vive nas regiões de araucária chamada gralha-azul, responsável pela manutenção da Mata. A ave armazena os pinhões (frutos das araucárias) no solo e forma seu estoque de comida, porém grande parte do estoque não é comido pela gralha, permanecendo no solo e originando o pinheiro araucária, uma árvore belíssima e parente próxima dos seres vivos mais altos do mundo, as sequoias.



    Quer ver mais fotos, vídeos e informações incríveis da Mata das Araucárias? Confira o vídeo abaixo.





    Boa noite e bom final de semana!

    Receita da foto Dados EXIF

    1/10
    f/4.5
    ISO 200
    18 mm

    2 de agosto de 2013

    A banalização da arte do viver

    O PODER DA ARTE E SEUS EFEITOS IRREVERSÍVEIS PARA A SOCIEDADE QUANDO MÁ UTILIZADA

    Desde o tempo das cavernas, o homem tem a necessidade de expressar-se por meio da arte, como verificamos na arte rupestre, surgida em 40.000 a.C., 10.000 anos após a época em que o Homo sapiens começou a agir racionalmente. Entretanto, é possível que outros tipos de arte, como a dança, já fossem praticadas até mesmo antes disso.

    Homo heidelbergensisUma das principais diferenças entre o Homo sapiens e suas espécies antecessoras é a capacidade de pensar, o que automaticamente nos dá o dom do raciocínio e da evolução intelectual, permitindo a percepção dos sentimentos e sua exteriorização por meio da arte. Tais características estão na essência da espécie humana, já que as evoluções artísticas e intelectuais ocorreram naturalmente aos humanos.

    Seguindo uma ordem natural, é essencialmente necessário ter algo guardado no intelecto primeiro, e só depois coloca-lo para fora, traduzindo-o em forma de arte por meio da escrita, pintura, fotografia ou outro. Entretanto, o que muitos hoje chamam de arte, como muitas músicas sertanejas, funks, filmes e até peças de teatro, não passa de uma expressão nula, uma vez que não possui bases sólidas, não partindo do intelecto para o mundo exterior e burlando a ordem natural de sintetização de arte. Chama-se essa “arte” de arte impura ou arte ostentosa.

    A arte ostentosa recebe tal nome por já nascer num mundo materialista, enquanto a ideia da verdadeira arte é justamente fazer com que um sentimento ou pensamento seja traduzido para o mundo materialista, tornando-se um pouco mais concreto, permitindo-se ser lido, apreciado, visto ou ouvido.



    Leia também: As verdades que não disseram



    A superficialidade da arte ostentosa e as bases frágeis sobre a qual é construída fazem com que se apliquem “perfeitamente” ao nosso cotidiano, pois geralmente é de fácil entendimento e sem muitas interpretações, uma vez que não há a incógnita de um verdadeiro sentimento envolvido no enredo. São exemplos da arte impura obras que nos fazem captar rapidamente a ideia para que não percamos nosso tempo, transmitindo algo supérfluo ao receptor.

    Evidentemente o capitalismo acelerado faz com que humanos tomem tais atitudes, deixando-os exaustos após a jornada de trabalho ou estudo para acelerar a produção, fazendo-os optar por não “gastar” neurônios com bobagens, além de incentivar a valorização exagerada do dinheiro e dos bens materiais.

    Tal mentalidade vem sido inserida no senso comum desde a transição do feudalismo para o capitalismo entre os séculos XV e XVIII. Com o enfraquecimento feudal, foi necessário instruir as pessoas de forma passiva que trabalhar para os outros era bom, pois dignificava o homem, além de dar a chance de ganhar salários e adquirir bens.

    A Igreja Católica, sendo a maior senhora feudal de toda a Idade Média, perdia vassalos com o êxodo rural, instituindo a preguiça como um dos sete pecados capitais, provocando não só “vontade” de trabalhar, mas de trabalhar para a Igreja. Diversos Estados apoiaram a iniciativa católica, estabelecendo leis punindo os ociosos.



    Leia também: O problema da nossa geração



    Os humanos do século XXI têm mais de um terço de suas vidas controladas pela igreja, estado, trabalho e sociedade, que determinam o correto e o errado através de vários pensamentos equivocados surgidos, muitas vezes, para beneficiar a própria instituição criadora da ideia. Desta forma, uma pessoa com 72 anos dedicou no mínimo 24 anos de sua vida a obedecer às limitações impostas pela sociedade.

    Submetidos à pressão exercida pela sociedade, os indivíduos não conseguem mais externar suas ideias e pensamentos com a mesma facilidade com que faziam em séculos anteriores.

    É correto dizer que as leis e as religiões nunca foram tão liberais quanto no século XXI, porém, issoPlatão não compensa os estragos capitalistas causados na sociedade, que constitui ideias cada vez mais supérfluas sobre a vida por pensar que o mundo exterior embasa a síntese da arte. Nota-se uma vaga relação entre a definição de arte com o mundo das ideias de Platão.

    Uma vez que a arte se faz do que se passa no intelecto, em breve estará extinta se a desaceleração do pensar continuar neste ritmo, incentivando, simultaneamente, a regressão mental dos humanos. Atualmente, algumas pessoas já dão claros exemplos disso, buscando tanto apoio no meio exterior que acabam ficando fragilizados em seu interior pela falta de uso do intelecto, entrando, às vezes, em depressões profundas.

    Como disse Papa Francisco durante a Jornada Mundial da Juventude no Brasil, os capitalistas de hoje devem tomar cuidado para não se tornarem “vazios” por dentro. Já dizia Leonardo da Vinci, em outras palavras: assim como o ferro enferruja pelo desuso, a inércia estraga a mente.

    Uma vez que a vida da espécie humana é fundamentada na expressão, ao se eliminar uma necessidade primitiva da sociedade, o que se faz é, na verdade, encomendar a própria morte.


    Platão nem sempre é bem visto aqui no Pictuelle. Leia o post É verdade que não existe verdade? e descubra o porquê.



    Notou algum erro ou gostaria de fazer uma sugestão? Deixe uma mensagem aqui.

    Gostou do texto? Compartilhe sua opinião nos comentários abaixo.

    22 de julho de 2013

    A vítima

    _DSC2987flick itSenhor na manifestação dos trabalhadores em 11 de julho.

    E com a voz do povo, ver-se-á os verdadeiros vencedores.

    Receita Dados EXIF
    1/25
    f/9.0
    ISO 200
    52 mm

    5 de julho de 2013

    Vai-vem dos ventos

    Roupa no varal vento

    Flickr it!No vai-vem dos ventos
    Encontrei um pé de meia
    Que dançava bem alegre.

    Receita
    1/100
    f/5.6
    ISO 100
    55 mm

    23 de junho de 2013

    As verdades que não disseram

    Uma postagem sobre o que todos deveriam saber sobre as manifestações que ocorrem em nosso Brasil, vistas por um ângulo crítico e sensato.

    Um movimento pacífico, ponto.

    O Movimento Passe-livre, segundo o próprio organizador do movimento, concluiu seu objetivo no Rio de Janeiro com a queda do preço das passagens de ônibus novamente. Sendo assim, irão incentivar o movimento em outras cidades agora.

    Porém, um movimento simultâneo ao Passe-livre ocorre. Um movimento com muitos motivos e que quer um Brasil melhor.

    Os vândalos são pouquíssimos. Há pessoas que pensam serem muitos, mas isso é o que a mídia comprada fala pra você. Ficam 30, 40 minutos falando de baderneiros, e 5 falando da real manifestação. Deveria ser o contrário, falando-se em proporções.

    O movimento não perdeu motivos

    Muitos dizem que o movimento perdeu seus motivos. NÃO. Isso é o que a mídia mafiosa fala (Globo, Veja…). Eles jogam as ações do movimento umas contra as outras.

    COMO ASSIM? Estas emissoras de televisão, jornais e revistas dizem haver uma minoria de vândalos e uma maioria protestando pacificamente. Daí passam durante muitos minutos as ações da polícia contra a população e por poucos minutos dedicam-se a passar imagens sobre os VERDADEIROS MANIFESTANTES, que são milhões em todo o Brasil.

    Dessa forma você fica confuso com maior facilidade. Claro! E já que muitas emissoras são “compradas” por políticos, vão fazer o possível para enfraquecer o movimento, fazendo VOCÊ pensar que o movimento não é bom, nem tem motivos.

    Qualquer manifestação popular tende ao esquerdismo!

    Observe a imagem que preparei a este post. Para aumentar a imagem, clique sobre ela.

    O mais importante é a definição do comunismo e do socialismo, mas a leitura geral será mais esclarecedora.

    Esquerda e direita


    A manifestação é um pouco esquerdista, uma vez que todos estamos protestando com o mesmo objetivo. Digamos que, no gráfico, o movimento ainda estaria na parte azul, porém mais pra esquerda e mais próximo da parte vermelha e amarela que o capitalismo, pois há uma preocupação de todos nós com o Brasil neste movimento. A manifestação não é algo que ocorre ao modo “cada um por si” defendido pelo capitalismo.

    Não queremos transformar o Brasil em um país socialista! É diferente!

    Esquerdismo não é partido político!
    Não mesmo! É apenas um conjunto de ideias que defende a igualdade entre classes (todos trabalharem juntos pela nação, e sem um ser mais pobre que o outro) e viver em uma real sociedade, na qual todos tomam as decisões juntos.
    símbolo do socialismo
    O Partido Socialista Brasileiro (PSB), por exemplo, gosta das ideias esquerdistas que, para eles, seriam o melhor para o Brasil. O PSB é um partido de esquerda, mas esquerdismo é apenas um conjunto de ideias que eles seguem.

    Por tanto, por favor não vandalizem as bandeiras com o símbolo do esquerdismo, pois não é um partido político. Pelo contrário, este é o símbolo que mostra a força do povo unido! (Símbolo ao lado)

    Devemos continuar manifestando!
    Exatamente! O povo tem mais força que qualquer grupinho de políticos. Com essa força, podemos obriga-los a construírem um Brasil do jeito que NÓS queremos, não do jeito que eles querem. Afinal, quem manda no Brasil somos nós.

    O Brasil que nós queremos

    Estradas que nós queremosEstradas que nós queremos. Imagem daqui!

    É o Brasil que nós vamos construir, sem pobreza, com estradas em ótimo estado, com hospitais limpos e com quartos suficientes, sem pessoas morrendo abandonadas pelos cantos. Uma boa escola, sem que seja preciso pagar por isso, para que no futuro sejamos uma nação que sabe administrar seus recursos naturais para nosso próprio benefício.

    O Brasil que nós temos

    Hospitais que nós temosHospital público. Imagem daqui!

    É o Brasil que nos deram, com pessoas morrendo de fome nas ruas, morrendo porque não tiveram bom estudo nas escolas públicas e acabam no mundo das drogas (às vezes sem saber do quão prejudiciais elas são pela ignorância). Temos escolas em que os professores são mortos. Temos pessoas atirando nas outras, e que são capturadas pela polícia e soltas em seguida. Temos a impunidade. Temos a falta de justiça e as lágrimas das famílias que perderam quem tanto amavam.

    Temos os políticos ganhando muitíssimo bem, seguros em suas casas quentes e confortáveis, com fartura de comida na geladeira, com plano de saúde para receber os melhores tratamentos médicos, com carro do ano, ou até helicóptero e jatinho, para não ter que andar nas estradas esburacadas.

    E quando os políticos olham pela janela de luxuosas suas casas veem um Brasil pobre, injusto. E o que eles fazem? Fecham as cortinas e vão pra frente da TV.

    Cuidado, a próxima vítima do Brasil que nós temos pode ser você.
    Então aja.

    8 de junho de 2013

    Vestida d’América

    Combi velha vermelha azul

    flick it

    Essa foto deu trabalho, mas ficou muito legal, entrando para as minhas favoritas.
    Vestida d’América, inicialmente recebia o nome de Vestida de Cuba, já que a bandeira de Cuba tem as cores vermelha, azul e branca. Por questões de beleza estética, troquei o nome.

    Há muito tempo quando passava pela frente desta “combi” queria fotografá-la. Finalmente pude, e então não poderia ser ocasião melhor, pois as luzes de fundo fizeram toda a diferença, apresentando até a mim, que imaginava a foto pronto há meses, um resultado diferente.

    Embora esteja abandonada, ainda há beleza nela. Ficaria muito bonita se restaurada, desfilando pelas ruas vestida no seu belo traje à América.

    Receita da foto DADOS EXIF
    Abertura:
    f/3.8.
    Exposição: 1/10 s.
    Distância focal: 22 mm.
    ISO: 800.
    Flash: ativado.

    27 de maio de 2013

    Abra-me

    Porta suspenseflick itAceite os desafios da vida. Vá em frente!

    Boa noite!
    Diariamente deparamo-nos com inúmeras portas em nossas frentes. É preciso ter coragem seguir em frente, abrindo-as. Afinal de contas, viver é para os fortes.

    Provavelmente passasse por suas cabeças, dinheiro, poder social e econômico… FORÇA! Claro, eu também pensaria isso envolvido neste caos capitalista. Entretanto, precisamos fazer a vida valer a pena, e isso não se faz dando maior valor a um pedaço de papel que às nossas vidas e à nossa felicidade, nem permitindo que um sistema econômico nos coloque limites de vida.

    Atualmente, o foco é: trabalhar para ganhar dinheiro e… COMPRAR. Por que não viver para ser feliz e usar o dinheiro para comprar aquilo que precisamos de fato e aquilo que irá nos trazer felicidade, como viagens, ou algum bem de consumo que o permitirá fazer o que goste?!

    Acho que se fizéssemos isso, viveríamos com mais paz, com mais FORÇA, pois essa seria uma força que estaria dentro de nós, que nos pertenceria independentemente de inflação ou imposto.

    Receita da foto DADOS EXIF

    Abertura: f/5.6
    Exposição: 1/25 s
    ISO: 400
    EV: +0.7
    Distância focal: 55 mm
    Flash: ativado.