Google+ Pictuelle Photography: Abra a janela, Julieta!

11 de setembro de 2011

Abra a janela, Julieta!

Abra a janela, Julieta! Carta à Julieta
“Julieta, não consegui esquecer a noite em que seus lábios tocaram os meus. Era uma noite linda. Fazia frio e estávamos numa praia, sentados naquelas enormes pedras, admirando a paisagem. Sei que muito tempo se passou depois daquilo. Sei que errei, te deixando para trás. Mas agora tudo mudou, minha bela. Certifico-me de que nos completamos, fomos feitos um para o outro. Nunca vi alguém tão formosa, doce e meiga assim como tu. Após implorar mil vezes para abrir a janela de seu quarto, já estou quase sem esperanças… Espero que leia esta carta que depositarei sob a porta, e que assim, dê-me uma única chance, reconhecendo meus sentimentos.
Com grande amor, Romeu.
8 de outubro de 1973”