Google+ Pictuelle Photography: Gritos calados

21 de outubro de 2011

Gritos calados

O grito Edvard Munch 1893
Quem dera pudesse
Resgatar estes papéis
Por minhas mãos no fogo
E tirá-los de lá

Quem dera pudesse
Ao menos ler o que me conta
Ler seus gritos mudos
E parar o mundo neste instante

Tudo que restaram foram cinzas
Que guardarei eternamente
Na esperança de um dia
Poder te ouvir,
Mesmo que não realmente

Nota do autor:
“Gritos calados” fala sobre uma pessoa que perdeu alguém muito importante, e todas as lembranças que tinha dela se vão. Esta pessoa sabe que nunca mais poderá ver a outra, mas passa todo o tempo de sua vida tentando ter alguma recordação… Em vão.
*O poema não tem nenhuma ligação com a realidade, sendo integralmente ficcional.