Google+ Pictuelle Photography: O sentimento do momento

30 de novembro de 2011

O sentimento do momento

O sentimento do momento

Os  primeiros pingos começam a cair,
a despencar deste pedaço de infinito.

Como se fosse uma tarde triste de inverno,
o silêncio aquieta o barulho
e apenas o uivo dos ventos
é possível ouvir.

Um beija-flor desnorteado
sem norte e nem sul
desvia dos pingos sem rumo algum

e nem sequer aquela flor,
que era a mais linda do buquê
resiste, e murcha.

Como pode uma tarde
como as tardes de primavera
serem feitas de agonia
serem feitas de espera.

Espera pelo raiar
Espera pelo luar
Porque qualquer brisa que aflora
É capaz de sufocar
Ali mesmo, naquele instante
O sufoco de uma tarde feia,
uma tarde de primavera


Nota do autor:

Acabei de escrever isto e já estou prestes a publicar. É raro quando faço isto, mas pretendo expressar o sentimento do momento mais vezes. Para isto, criei uma nova categoria: Cotidiano. Passarei a escrever mais vezes nesta categoria. O cronograma será seguido, com as devidas “intervenções”.

Obs.: Eu desenhei, como sempre, o que sinto. E, como sempre, é muito estranho…

Hoje ainda tem foto!! Alegre Daqui a pouco.