Google+ Pictuelle Photography: O sapato não serviu

12 de fevereiro de 2012

O sapato não serviu

A casa amarela,
pintura só dela.
Abelha melada
lua de mel

Na sala, lareira espera.
Calma,
ainda é primavera!

Mas naquela janela
de casa amarela
surgiu a mais bela, bela feito…
Cinderela?

Cabelos escuros,
pele branquela
muito bela
também magricela.
Quem é ela?


Nota do autor:

Esta era a poesia que eu disse que foi inspirada em “A janela da casa amarela”. Elas se completam, embora a foto “fale” por si. Visivelmente comecei a escrever sobre uma coisa e terminei com outro papo. Mas isto é legal, porque surpreende.

Era uma incógnita aplicar alguma combinação legal na poesia em dado momento. Então decidi parar por um momento, embora minha verdadeiras vontades