Google+ Pictuelle Photography: Triste lampião

22 de março de 2012

Triste lampião

Pela noite te encontrei
num vale daquele dito

E minha face encarou quando te vi
nunca mais, nunca mais pude sentir
aquela luz boa que mirava contra mim.

Tu, que faz noite iluminar
Tu, que faz noite sombrear
numa ópera de melancolia
agora se vê levar.

Uma lástima pra ti
uma lágrima aqui
alegra-te, alegra-me,
ouça a serenata de amar.


Nota do  autor:

Como havia prometido, aqui está  mais um poema. A inspiração? Um triste lampião. Realmente vi um lampião em uma casa e o achei tão triste. Assim surgiu a ideia de fazer um poema falando sobre ele. Até mais!